sábado, 8 de janeiro de 2011

Igreja de São Benedito

 A inauguração da Igreja de São Benedito ocorreu na manhã do dia 8 de abril de 1885.  Na tarde do mesmo dia acontece a transladação das imagens de São Benedito, Santa Tereza de Jesus, São Roque e São Caetano, da Igreja do Patrocínio para o novo templo.
 Era uma igrejinha pequena, original, com quatro frentes para os quatro pontos cardeais, com torre de madeira envidraçada, pela qual entrava a luz. 
Situada ao lado oriental do Boulevard 15 de Novembro (atual Avenida do Imperador), acima da Rua do Livramento (atual Avenida Duque de Caxias), foi edificada pela comissão composta pelos senhores José Joaquim Teles Marrocos, Antonio da Rosa e Oliveira e Tristão de Araripe Macedo, no mesmo local da casa de devoção dedicada a São Benedito pelo preto Benedito. 



 No dia 27 de julho de 1938 foi instalado o Santuário da Adoração Perpétua, na Igreja de São Benedito. Depois foi construída uma nova igreja na Rua Clarindo de Queirós, que fica ao lado, e o antigo templo foi transformado em uma livraria. 
 Em 1968 ganhou status de paróquia, por meio de decreto assinado por Dom José Medeiros Salgado, tendo como primeiro vigário o Padre Pedro Hansen.
Em 1972 o padre Van Der Staak sucedeu o PE. Pedro, estabelecendo a divisão do perímetro da paróquia por quadras, designando responsáveis para visitas às casas.  

A Paróquia de São Benedito realiza um trabalho de assistência social junto aos moradores da Comunidade da Vila Condessa. 
A velha igrejinha da Avenida Imperador ficou desativada até 1974, quando foi demolida. No local foi construída uma escola de 1° grau. 

fontes:
Azevedo, Miguel Ângelo (Nirez). Cronologia Ilustrada de Fortaleza. Fortaleza: BNB, 2001.
Bezerra de Menezes, Antonio. Descrição da Cidade de Fortaleza. Fortaleza: UFC/PMF, 1992.
Histórico do Santuário. Disponível em: http://www.igrejasaobenedito.com.br/paroquia/historico.php   

3 comentários:

Lúcia Beaerra de Paiva disse...

Da minha janela, na antiga Rua da Cachorra Magra, ainda se avista a torre negra da São Benedito....até quando, eu não sei..rsrsrs!
Quando meninas, meu pai nos levava, as 3 filhas, para a "visitação ao Santíssimo"no antigo Santuário da Adoração Perpétua. Há coisas que a gente não esquece nunca!

Fátima Garcia disse...

Oi Lucia,
não encontrei uma imagem sequer da antiga igreja na Av. Imperador. Coisas da nossa cidade sem memória.
bjs

Unknown disse...

Eu tenho imagens da antiga capelinha São Benedito. Depois postarei aqui.