sexta-feira, 26 de agosto de 2011

A Livraria Imperial (A Imperial Porta)

A Livraria Imperial foi inaugurada em 05 de outubro de 1935, de propriedade dos irmãos Anglada e Japi Magalhães. Em agosto de 1936 mudou de dono passando às mãos de Clóvis Mendes e Anita Penha Cisne, já na Rua Guilherme Rocha, 166, baixos do Edifício Excelsior.

Alguns frequentadores da Imperial Porta: Raimundo Girão, Silveira Marinho, Carlos Studart Filho, Martins de Aguiar, Pedro Sampaio e João de deus Cavalcante (foto do livro Geografia Estética de Fortaleza)

A Imperial prestou relevantes serviços a cultura cearense. Chamada de Imperial Porta por seus frequentadores,  foi durante muitos anos o último refúgio dos intelectuais da terra , os mesmos que frequentaram os cafés Richie, Art Nouveau, O Iracema, o Avenida, a Rotisserie, o Globo, confeitarias Nice e Glória, e por fim, o Abrigo Central. 
Rua Major Facundo em 1924, vendo-se à esquerda o café Riche e à direita o Café Emygdio. (foto do livro Fortaleza Descalça). 

Nessa porta podiam ser encontrados pela manhã, e às vezes a tarde, intelectuais como Raimundo Girão, Martins de Aguiar, Otacílio de Azevedo, Silveira marinho, João de Deus Cavalcante, Hugo Catunda, Carlos Studart Filho, Batista Fontenele, Pedro Sampaio, Mozart Soriano Aderaldo, e outros.

A livraria fechou com a aposentadoria do proprietário, Clóvis Mendes, que não era apenas um vendedor de livros:  Conhecedor do produto que vendia, indicava, discutia, orientava, escolhia autores e leitores. 

A Livraria Imperial era a única que ostentava uma vitrine inteira com obras publicadas no Ceará, tal era o interesse de Clóvis Mendes pelos autores da terra.

Extraído do livro de Otacílio de Azevedo

4 comentários:

Silmara Evelin disse...

Nossa, eu tenho um livro com o carimbo da Livraria Imperial, "Fabulas, Lobato".
Uma livro que esteve na livraria, e que recebeu um carimbo a mais de 50 anos.

Fátima Garcia disse...

raridade Silmara!

Diego Araujo disse...

Também tenho um do Monteiro Lobato que tem esse carimbo

Diego Araujo disse...

Você tem mais livros do Lobato?