sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sobrado do Pastor

foto do arquivo Nirez
foto do arquivo Nirez









Construído por Eduardo Pastor e projetado por José Moreira, o prédio conhecido por Sobrado do Pastor domina a cena da Praça do Ferreira desde 1914, ano de sua inauguração.  De 1916 a 1930, o térreo do sobrado abrigou a Café Avenida, de Jaime Magalhães. Depois veio a loja Rosa dos Alpes, de João Carvalho. 
A Rosa dos Alpes vendia gramofones, vitrolas, discos, bilhares, bandeiras, estandartes e material religioso. Nesse mesma época o andar superior era ocupado pelo telégrafo, antes de unir-se aos Correios.
A Rosa dos Alpes mudou-se em 1938, quando em seu lugar Edilberto Góis Ferreira abriu o Café Globo, que ali permaneceu por vinte anos. Depois surgiu o Armazém Paissandu, de Francisco Pegado, que ficou até 1972.
Desde 1993 funciona nos altos o restaurante L’Scale. O andar térreo é ocupado por uma financeira. Fica na esquina da Rua Floriano Peixoto com Guilherme Rocha. 
Atualmente o Sobrado do Pastor passa por um processo geral de restauração. 

fotos Fátima Garcia

Nenhum comentário: