domingo, 6 de fevereiro de 2011

Lembrando o Maguary

O Clube Maguary compôs por largo espaço de tempo a paisagem de Fortaleza. Seu time de futebol ofuscava o prestigio do Ceará e do Fortaleza na preferência dos torcedores. Moças e rapazes sentiam uma atração especial pelo quadro social da agremiação que a imprensa apelidou de “Clube dos Príncipes”, numa alusão a linhagem mais elitizada de seus admiradores, a classe média em geral. 
fachada do Maguary na Rua Barão do Rio Branco. O prédio inalterado - pelo menos na parte externa -  pertence atualmente à COELCE. (arquivo Nirez) 
O Maguary, enfrentando o Ceará, o Fortaleza ou o Ferroviário – durante certo período também o Penarol – atraía multidões de vibrantes aos estádios. Suas camisas alvinegras (brancas com uma barra preta, ao centro da qual estava o emblema do clube), se distinguiam pela elegância. Desde os primórdios da década de 1930 que o Maguary pontificava no futebol, formando equipes memoráveis. Mais tarde o clube se profissionalizou, e foi campeão cearense por duas vezes consecutivas. 
Mas o Maguary das glórias futebolísticas, com sua popularidade e prestígio na cidade, acabou se tornando um dos clubes sociais mais distintos e animados de Fortaleza nos anos 1940/50. Deixou a sede primitiva na antiga Avenida Visconde de Cauípe (hoje Avenida da Universidade), com fundos para a então Rua da Cachorra Magra (atual marechal Deodoro), por uma ampla e luxuosa localizada no então nascente Bairro de Fátima, na Rua Barão do Rio Branco.
Os bailes de carnavais tornaram-se memoráveis, animados e muito freqüentados pelos mais moços. Mas o ponto alto de sua programação eram as tertúlias domingueiras, onde Fortaleza marcava encontro completando o lazer dos domingos. Após o jantar as moças escolhiam a melhor indumentária, os rapazes recorriam à brilhantina Coty ou Royal Briar, vestiam um terno de linho branco e saíam em busca de diversão nos salões do Maguary.


Emilia Correia Lima foi miss Ceará e Miss Brasil em 1955. (arquivo Blanchard Girão)
No tempo de concurso de miss, o Maguary sempre concorreu com belas representantes, como Emilia Correia Lima – eleita Miss Maguary, depois Miss Ceará, culminando com a conquista do mais cobiçado dos títulos pelas candidatas: o de Miss Brasil 1955.
A tentativa inútil de resgatar o prestígio do time de futebol, as dificuldades econômicas que atingiram os clubes sociais, a mudança de hábitos da população, já que a partir de determinada época a diversão oferecida pelos clubes podia ser encontrada nos condomínios e residências, foram motivos que levaram a última diretoria do clube a convocar uma assembléia que, em segunda e última votação, e com um número reduzido de votantes, concluiu pela dissolução do clube.  
O Maguary encerrou suas atividades em 1975.


Fonte: 
Sessão das Quatro: cenas e atores de um tempo mais feliz, 
de Blanchard Girão

4 comentários:

Lucia Bezerra de Paiva disse...

Não sei os anos,talvez na década de 1940, meus primos Airton, Everardo e Tancredo Bezerra foram jogadores de futebol do Maguary.
As tertúlias eram famosas, mas como eu não pertencia à elite, nunca frequentei. Mas na recepção à Emilia, então já Miss Brasil, eu estava lá....PORTÕES ABERTOS!Foi bonito...em volta do club foi um "fuzuê" danado...bem cearense!
Bom domingo!

Anônimo disse...

Adolescente, com 13 anos, ainda tive a oportunidade de conhecer o Maguary.
Lembro que fui a uma das noites de Carnaval no clube. Naquela época,os clubes sociais promoviam festas nos 4 dias. Fui levada pelos irmãos mais velhos e não tive permissão para entrar na folia (só podia olhar), mas nunca esqueci que o povo dançava rodando em torno do salão...

Anônimo disse...

Durante alguns anos,formávamos blocos carnavalescos e brincávamos nos clubes,inclusive no Maguary.Podemos dizer que eram tempos felizes pois não aconteciam confusões ou brigas e não distribuíam camisinhas porque a gente ía para BRINCAR o carnaval.O Maguary anunciava a chegada dos blocos e premiava os mais animados.Foi muito bom enquanto durou .

nytai disse...

sCheguei para morar ali na rua Padre Roma com 8 meses de idade. Ia tomar banho de picina ia a vesperal tertulha e











Cheguei para morar atas do Maguary com 8 meses de idade na rua Padre Roma ao lado. La ia tomar banho de picina,tertulha matinal e vesperal sempre com minha mae ou irma.Ela minha Irmã mais velha Neyla foi candidata a missi maguary desfilou linda vestida de cigana o porteiro de la chamavamos nos e todos que frequentava la de 18 porque so tinho 18 dedos fomos muito felizes ali. Nytai