sábado, 30 de outubro de 2010

As Vozes do Rádio

Eles davam noticias, transmitiam eventos, narravam partidas de futebol, animavam auditórios, faziam novelas e tinham muita, muita credibilidade. Eles eram as vozes do rádio.
Neide Maia
Já no final da década de 1940, a voz sensual de Neide Maia causava frisson e incendiava a imaginação dos senhores ouvintes. Considerada uma das melhores locutoras do Brasil, chegou a ser convidada pela direção da Rádio Tupi para se transferir para aquela emissora. Não aceitou para não ter que se ausentar de Fortaleza e do convivio dos seus familiares. Com a chegada da televisão, Neide Maia tornou-se a primeira-dama da TV Ceará. Ali como apresentadora e como executiva, teve atuação marcante. 
Wilson Machado  
Veteranissimo da Ceará Rádio Clube, durante um tempo dividiu a cabine de locução com a tribuna da Assembléia Legislativa. Popular e humano, tinha atrás de si uma grande legião de admiradores. 
Albuquerque Pereira
Ator de teatro e cinema era um dos nomes mais respeitados da Ceará Rádio Clube, integrante do elenco de locutores e atuando também nas novelas da casa.
Ruth de Alencar
Era considerada uma das mulheres mais bonitas do Ceará nos anos 1940. Filha do Almirante Rufino de Alencar, fez teatro e integrou o cast de novelas da Ceará Rádio Clube, fazendo par romântico com João Ramos. Rute de Alencar também fez locução na emissora. 
José Júlio Cavalcante
Foi um dos primeiros a atuar na Rádio Iracema e criou a Associação Cearense de Rádio - ACR - embrião do hoje Sindicato dos Radialistas. Como profissional do rádio, teve atuação das mais destacadas, especialmente nos eventos ligados a política, aos quais sempre esteve presente.
Carmem Santos
pertenceu aos quadros da Rádio Verdes Mares, quando a emissora ainda pertencia aos Diários Associados. 
Almir Pedreira
Almir Pedreira foi um dos mais completos profissionais da locução no rádio. Dono de uma voz privilegiada, reunia competência e talento.
Narcélio Limaverde
Filho do também radialista José Limaverde, sempre foi exemplo de profissional. Devido a sua popularidade, ingressou na política e foi eleitoDeputado Estadual, onde teve forte atuação
Mozart Marinho
Dono de uma das mais possantes vozes do rádio no Ceará, Mozart marinho era versátil e brilhou tanto na locução de cabine como narrador de novelas e na leitura de crônicas. Era também ator.
Maria de Aquino
foi a primeira locutora do rádio cearense, atuando na ceará Rádio Clube no ínicio da década de 1940. Durante a segunda guerra mundial, quando soldados americanos estiveram aquartelados em Fortaleza, Maria de Aquino se casou com Eugene Biggs, indo residir nos Estados Unidos

fonte:
Coisas que o tempo Levou - a era do rádio no Ceará
de Marciano Lopes

16 comentários:

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Lá em casa tinha um aparelho de rádio bem bonito. A gente ficava "grudada" ouvindo asovelas, mas também se deliando com as belas vozes deles e delas. Lembro muito da Neide Maia e do Narcélio Limaverde: a Neide, já "partiu", mas o Narcélio tá por aí, escrevendo as memórias....

Muito bom!
Beijos!

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Lá em casa tinha um aparelho de rádio bem bonito. A gente ficava "grudada" ouvindo asovelas, mas também se deliando com as belas vozes deles e delas. Lembro muito da Neide Maia e do Narcélio Limaverde: a Neide, já "partiu", mas o Narcélio tá por aí, escrevendo as memórias....

Muito bom!
Beijos!

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Lá em casa tinha um aparelho de rádio bem bonito. A gente ficava "grudada" ouvindo asovelas, mas também se deliando com as belas vozes deles e delas. Lembro muito da Neide Maia e do Narcélio Limaverde: a Neide, já "partiu", mas o Narcélio tá por aí, escrevendo as memórias....

Muito bom!
Beijos!

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Desculpem, o CP travou...rsrs!

Anônimo disse...

minha linda e eterna Neide Maia, adorava ouvi-la no rádio, melhor ainda quando pude ve-la na tela da Tv Ceará. Era seu fã n° 1, ela era linda e sensual. Saudades da minha bela.

Zeca disse...

Olá! Estou me desfazendo duma coleção de lápis antigos, são 16 com vários radialistas, duma campanha ou Concurso da Associação Cearense de Rádio (Pró Sede Própria), e estou lançando esta coleção a venda no Mercado Livre. Não sei quando foi esta campanha, mas suponho que tenha acontecido nos anos 40/50. Abraços

Sérgio disse...

Há muitos anos conheci a Neyde Maia. E foi através de correspondência. Naqueles tempos, nos idos de 60, era vulgar este meio de comunicação, ainda não tinha sido descoberta a internet, nem o e-mail, nem o facebook. Éramos jovens, eu a partir de Lisboa, ela de Fortaleza, trocávamos impressões, reflexões sobre os nossos países, fotografias ( a propósito, deve ter havido lapso na inclusão da foto no texto, a Neyde era mais morena.). De notar que estou escrevendo Neyde com "i grego" que é como ela assinava as suas cartas. Era notória a paixão que ela tinha pela sua profissão.Tinha vindo da rádio e encontrava-se a dar os primeiros passos naquela que viria a ser a TV Ceará Canal 2. Julgo que fez o resto de toda a sua curta vida a trabalhar nesse campo profissional. Deve ser bom trabalhar naquilo que se gosta. Nem todos se poder gabar disso. Infelizmente nunca a conheci pessoalmente. Ainda ontem fui reler as sua cartas (e que bela caligrafia ela tinha) missivas essas que conservo carinhosamente, num ida ao passado e à juventude que já não voltam. Deixo aqui este modesto apontamento em sua Memória. Talvez um dia a encontre a navegar entre as estrelas. Quem sabe?...

Sérgio

Fátima Garcia disse...

Olá Sérgio,
a foto da Neide Maia assim como dos outros mostrados no post foram retirados do livro de Marciano Lopes, memorialista e que atuou no rádio cearense, contemporâneo de todos esses outros. A Neide Maia da foto era ainda bem jovem, talvez por isso, voce não a reconheça. Deve ter sido um relacionamento importante, a ponto de voce guardar as cartas até hoje. Dizem que aquelas pessoas que atuavam em rádio e TV naquela época, eram fanáticos pelo que faziam, adoravam aquele trabalho, sem muita tecnologia e muita criatividade.
Obrigada por visitar o blog, volte sempre.

BLOG DO CÉSAR MAIA disse...

no trabalho sempre quando o amigo professor me ligava ele dizia: DIGA AI LOCUTOR... agora sei de onde vem... relembrando minha prima Neide Maia...(Cesar Maia 22/09/2011 - cesarnmaia@hotmail.com)

BLOG DO CÉSAR MAIA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BLOG DO CÉSAR MAIA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fátima Garcia disse...

É incrivel como todos ainda lembram da Neide Maia, estrela que continua a brilhar.

BLOG DO CÉSAR MAIA disse...

Fátima, Neide Maia foi minha prima e tenho poucas lembranças dela. Uma vez meu irmão Eliezer que trabalhava no Jornal Correio do Ceará levou-me até seu escritório na TV Ceará. Achei interessante os comentário do Sérgio... que Fã numero 1 esse hein !!! peço até por gentileza se possivel for o Sergio enviar digitalizado algumas dessas cartas, claro se não houver nada de pessoal... pois quem gostaria de ve-las eh seu irmão Airton Maia quem gosta muito de fazer os registros da família, assim como eu. obrigado. César Nogueira Maia (cesarnmaia@hotmail.com)

Fátima Garcia disse...

Olá César,
Tomara que o Sérgio continue leitor do blog e entre em contato com você. Vocês (a familia) podiam colocar material sobre a Neide Maia na net, praticamente não há fotos e quase nada se sabe sobre ela. Como voce esta iniciando um blog, fica a sugestão.
abs

NETO disse...

Almir Pedreira tinha uma voz inconfundivel, era um profissional de mão cheia , pena que hoje os verdadeiros profissionais da imprensa tem memoria fraca . Mas é isso mesmo ja dizia Lulu Santos : ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE , mas quem é bom de verdade é bom .

Fátima Garcia disse...

Olá Neto,
todos esses profissionais que atuaram no rádio e nos primórdios da TV eram artistas de alto gabarito. Merecem ser lembrados sempre.
abs