segunda-feira, 14 de junho de 2010

A Fortaleza do Início do Século XX

Rua Floriano Peixoto trecho Praça do Ferreira em 1904
Rua Major Facundo em 1900

No inicio do século XX, na primeira década dos anos 1900, o perímetro urbano de Fortaleza resumia-se basicamente ao quadrilátero entre os Boulevards, grandes avenidas circundando o espaço habitado, que foram propostos na planta da cidade de Fortaleza de Adolfo Hebster.
Os lados do quadrilátero eram formados pelos Boulevards Duque de Caxias, o do Imperador, e o da Conceição, que hoje é a Avenida Dom Manuel, e a praia.
Fora desses limites havia poucas casas e chácaras. A população da cidade, em torno de 54 mil habitantes, caberia inteira dentro do Estádio do Castelão, que tem capacidade para 60 mil pessoas. O governador do estado – que era chamado de presidente – era Nogueira Accioly, que estava no segundo dos seus três mandatos. O Intendente era o Coronel Guilherme Rocha, aliado político de Accioly, que governou entre 1892 e 1912.
Algumas edificações ainda hoje existentes foram construídas na primeira década do Século XX, a exemplo da Ponte Metálica e do Teatro José de Alencar.
Nessa época Fortaleza já contava com iluminação pública, com transporte público – com bondes puxados por burros – e o trem da Estrada de Ferro Baturité.
Fortaleza entrou para o novo século em meio a grandes festas, na esperança de acalmar as dores sofridas na década que recém-finda, cujas lembranças ainda viviam nos campos de concentração dos flagelados, trazidos pela chamada seca dos dois zeros.
Nesse período aspecto urbano da cidade melhorou consideravelmente. Praças que até então eram tomadas por capim, foram ajardinadas, como a do Ferreira (Jardim 7 de setembro), do Marquês do Herval, hoje Praça José de Alencar e a Caio Prado, hoje Praça da Catedral.
O comercio era ampliado e a população se tonava mais civilizada, e as residências mais modernas.
Mas não havia muito lazer, o principal divertimento eram as rodas de cadeiras nas calçadas, os passeios nas praças e no Passeio Público, ou a ida às igrejas. Era calma e pacata a Fortaleza dos anos 1900.

5 comentários:

Carlos, Carlinhos, Getúlio disse...

Cara professora Fátima, obrigado pelo crédito e mais uma vez meus parabéns sinceros e singelos pelo trabalho de resgate histórico.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gaby Ferracini disse...

Poxa, preciso fazer um trabalho e o que eu estou procurando tem no seu blog, pena que n posso utilizar por ser bloqueado :( Mas suas postagens são tudo! Parabéns =)

Gaby Ferracini disse...

Parabéns pelo blog, adorei! Pena que n pudi usar o que tem aí para meu trabalho de escola =(

Fátima Garcia disse...

vou enviar o texto para seu email, Gaby