quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Pelas Ruas da Cidade -- parte V

- - Rua Guilherme Rocha --


 
A atual Rua Guilherme Rocha é uma das principais artérias de Fortaleza, já tendo passado por várias transformações, quer no seu aspecto físico, na sua função ou até na denominação. Nascendo praticamente no centro da cidade, ela se inicia na Rua Sena Madureira e termina na Avenida Filomeno Gomes, na Praça do Liceu. Sua continuação, a partir daí se chama de Avenida Francisco Sá.

prédio da Intendência Municipal, demolido na década de 1940

De inicio era a Travessa Municipal, por haver na Praça do Ferreira, esquina com a Rua Floriano Peixoto,  o prédio da Intendência Municipal, o equivalente hoje à Prefeitura. Depois foi promovida a Rua Municipal, passando a ser denominada Rua 9, em 1890.
Quando estourou a revolta que culminou com a deposição do presidente do Estado, comendador Antônio Pinto Nogueira Accioly, a rua recebeu por nome a data da vitória dos revoltosos, Rua 24 de Janeiro. 

 Casa de Guilherme Rocha no Jacarecanga. A residência foi saqueada e incendiada e incendiada na Revolta urbana de 1912. 

Na época Guilherme Rocha era o Intendente Municipal e foi deposto juntamente com o presidente;  sua residência, que fechava a atual Rua Guilherme Rocha, no Jacarecanga, local onde hoje passa a Avenida Francisco Sá, foi saqueada e incendiada. 
Dois anos depois houve a chamada Sedição de Juazeiro, e Franco Rabelo, que liderou a revolta anterior, foi deposto e o nome de Guilherme Rocha  foi lembrado para a rua onde ficava seu gabinete de trabalho na Praça do Ferreira e sua residência na Praça do Liceu.

 A Rua Guilherme Rocha foi a primeira rua de Fortaleza exclusiva para pedestres

No começo o nome oficial era Rua coronel Guilherme Rocha e tinha início na Rua do Rosário. Na gestão do governador  Parsifal Barroso (1960-1963), a rua foi aberta até a Sena Madureira. Depois surgiram os calçadões, e a Guilherme Rocha foi a primeira rua de Fortaleza onde foi proibida a circulação de veículos e chegou a receber por algum tempo o apelido popular de “Ouvidor de Fortaleza”.


Loja A Espingarda, que funcionava nos baixos do edifício Vitória

Por ser uma das principais ruas do centro de Fortaleza a Rua Guilherme Rocha viu nascer várias firmas comerciais de fama na cidade como, em diferentes épocas, o Café Globo, o Auto-Volante, Casa Mundlos,  Broadway, Casa Americana, Sorveteria Cabana, a Espingarda, e muitas outras.

-- Quem era --



Guilherme Rocha (1846-1928), prefeito de Fortaleza no início do século XX, foi um dos primeiros administradores a se interessar por reformas urbanísticas em Fortaleza. Coronel da Guarda Nacional, vereador, deputado e vice-presidente do Estado, ajardinou a Praça do Ferreira em 1902, até então um vasto areal. Foi ainda responsável pela urbanização das Praças José de Alencar (então chamada de Marques de Herval) e da Sé. Foi exonerado do cargo em 1912, devido ao movimento armado que derrubou o governo de Nogueira Accioly.  

fotos do Arquivo Nirez
Fonte:
A História do Ceará passa por esta rua, de Rogaciano Leite Filho.

2 comentários:

Toninhobira disse...

Legal este resgate e ou releitura da historia da cidade.Lindas ilustrações para uma perfeita visualização.Um bela maneira de contar a historia,que por certeza cria um maior interesse.
Parabens Fatima gostei.
Ah, venho do blog da amiga Lucia Bezerra que nos leva para viajar pela Fortaleza e na historia de familia.
Meu abraço.

Fátima Garcia disse...

obrigada Toninhobira, grata pela sua visita e mais ainda pelo comentário. O blog da Lúcia é mesmo muito bom.
abs