terça-feira, 8 de novembro de 2011

Colégio Nossa Senhora de Lourdes


Colégio Nossa Senhora de Lourdes, de Ana e Branca Bilhar, no mesmo prédio que depois de ampliado, seria instalado o Colégio Militar de Fortaleza (imagem do arquivo Nirez)

Em 22 de setembro de 1877, no Palácio do Governo e na presença do Presidente da Província Caetano Estelita Cavalcante Pessoa (janeiro a novembro de 1877), compareceu o Barão de Ibiapaba, para expressar sua preocupação com as condições precárias em que se achavam nesta capital, os retirantes da seca que assolava o Ceará, e que vagavam sem rumo pelas ruas da cidade.
O Barão, que desejava melhorar a situação desses desabrigados,  fez  um donativo à província da quantia de 10 mil Contos de Réis e mais um terreno de três quarteirões com frentes para as ruas do Colégio das Órfãs (atual Colégio da Imaculada Conceição) na Avenida Santos Dumont), para edificação de um Asilo de Mendicidade.
Nessa ocasião ficou acertado que, enquanto a edificação não estivesse totalmente concluída, seria da competência exclusiva do doador ou dos seus sucessores; tão logo a obra estivesse concluída, a responsabilidade pelo edifício passaria a Presidência da Província.  Nesse ano e até 1879, foi empregado na construção, grande número de indigentes e de materiais fabricado por eles.
O prédio foi construído, mas o tal asilo de mendicidade  nunca funcionou. Depois de dois anos de abandono, o prédio foi doado pelo Presidente do Ceará ao Governo Federal para instalação da Escola Militar, que funcionou de 1889 a 1897.
A partir de 1898, passou  a ser ocupado pelo Colégio Nossa Senhora de Lourdes, criado por Ana Lopes de Alcântara Bilhar (Ana Bilhar) e sua irmã Branca Lopes de Alcântara Bilhar. 

Prédio atual do Colégio Militar, na Praça da Bandeira 

Lá esteve de 1911 a 1917, a Força Pública do Estado. Em 1917 foi ocupado pelo 9º Regimento de Artilharia Montada que ficou até 1919. Com a criação do Colégio Militar o prédio foi entregue a ele, que em 1938 foi transformado em Colégio Floriano, ficando ali até 1941.
Em 1942, foi criada a Escola Preparatória de Fortaleza, que foi extinta em 1961, quando foi restabelecido o Colégio Militar que iniciou suas atividades em 1962.

Fontes:
Nirez
Antônio Bezerra de Menezes

2 comentários:

Jorge Mello disse...

Branca Bilhar era sobrinha, e não irmã de Anna Bilhar

Fátima Garcia disse...

Ok Jorge Mello, fica o registro da correção