quinta-feira, 27 de março de 2014

A Nova Avenida Monsenhor Tabosa

Enfim terminou a reforma da Avenida Monsenhor Tabosa, que agora conta com nova calçada, alguns caramanchões, que além de bonitos devem amenizar em muito o calor intenso daquela via, bancos e alguns elementos decorativos.  Mas há alguns equívocos que comprometem a acessibilidade especialmente para portadores de necessidades especiais. 

Como era antes da reforma...
como está


Os caramanchões além de enfeitarem a avenida terão a função de atenuar as altas temperaturas, melhorar o microclima nestes pontos, além de servir de abrigo contra o sol forte da cidade. 


um dos equívocos que já vem de outros projetos, é o tipo de arborização utilizada, cuja predominância recai sobre a carnaúba, que como dizem as sábias gentes do interior, é “arvore que não dá sombra nem encosto”. E só tem árvores de um lado da via, o outro fica totalmente exposto ao sol.  A Avenida Monsenhor Tabosa por ser um centro de compras nacionalmente conhecido, e por onde transita grande número de visitantes, turistas e compradores, é uma via em que a maior parte do trajeto é cumprido a pé, posto que as lojas estão muito próximas umas das outras. Deveria ter uma arborização mais densa e que proporcionasse sombra sobre o passeio.
 


Essas bolas, colocadas provavelmente para evitar o estacionamento de veículos sobre o passeio, deverão criar dificuldades de acesso para cadeirantes além de render alguns tombos para os mais distraídos.




O piso tátil foi usado como adorno  na orla da calçada. Não tem continuidade, passa rente às bolas já mencionadas colocadas em cada esquina, e é interrompido junto a um obstáculo, que às vezes é um tronco de árvore, outras vezes é uma lixeira;  portanto, apesar de parecer um piso tátil, na verdade é uma pegadinha.  

Histórico da Avenida  



A antiga Rua do Seminário foi uma das primeiras vias do bairro da Prainha. Localizada na frente da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Prainha e ao lado do Seminário, nasceu em função destes. Em 1890, quando as ruas de Fortaleza receberam números no lugar dos nomes, a via recebeu o número 19-A, voltando depois a antiga denominação de Rua do Seminário. Mais tarde, recebeu o nome atual, Monsenhor Tabosa.
No local da igreja havia um outeiro, chamado de Outeiro da Prainha. Ali foi levantada a igreja, à custa de doações, graças a Antônio Joaquim batista, sacristão do Bispado. As obras foram iniciadas em 1839 e a primeira missa foi oficiada no dia 8 de dezembro de 1841. Já o seminário foi instalado a 10 de dezembro de 1864. O local hoje ocupado pelo Seminário foi de 1811 a 1847, um pequeno cemitério. 



A Avenida Monsenhor Tabosa é o prosseguimento da Avenida Presidente Castelo Branco, popularmente conhecida como Avenida Leste-Oeste. Antigamente era o prosseguimento da Rua Franco Rabelo, o maior reduto de prostituição da cidade. Atualmente a Avenida Monsenhor Tabosa começa na Avenida Dom Manuel e termina na Avenida Barão de Studart, onde juntamente com a Avenida Historiador Raimundo Girão se transformam na Avenida Antônio Justa.
Hoje, a Avenida Monsenhor Tabosa é conhecida como um dos maiores centros de compras e artesanato de Fortaleza, recebendo visitantes de todas as partes do Brasil e do exterior.O nome é em homenagem a Antônio Tabosa Braga, Sacerdote e jornalista católico, Vigário Geral da Arquidiocese de Fortaleza, nascido em Itapipoca, no Ceará, em 19 de dezembro de 1874 e falecido em 12 de abril de 1935. 

 fotos antigas do Arquivo Nirez
fotos de Rodrigo Paiva e Fátima Garcia
mar/2014
histórico extraído do livro "A História do Ceará passa por esta Rua", de Rogaciano Leite Filho

4 comentários:

sonia lucia disse...

Não gosto da Mons.Tabosa,acho que cada reforma fica sem graça, quente,sem conforto ,nada, continua pior que os a dos anos 70/80,pelo menos tinha mais arvores. Colocam Carnaubas que não dá sombra,e só de um lado(acho que os projetistas tem raiva do outro lado da calcada)uns caramachoes vasados entrando o sol terrivel da cidade,uma bolas atrapalhando quem anda na calçada.Deveria ser totalmente climatizada ou cheia de canteiros floridos,arvores frondosas,bancos confortáveis embaixo das arvores,Os caramarachoes deveriam ser de material leve e a prova de sol intenso e totalmente cobertos(sem furos) e com bancos confortáveis e com arvores perto.Um horror!!! A rua fica sempre com cara de deserto Saara.

Anônimo disse...

Ficou muito Bonita,a nova Avenida Monsenhor Tabosa! Parabéns a Prefeitura!

Fátima Garcia disse...

Sonia Lúcia, a essa altura você já viu que vão refazer algumas coisas por lá. Nada é caprichado, parece que não tem projeto, nem planejamento, e quando as falhas aparecem, refazem tudo, num grande desperdício de tempo e dinheiro.
abs

LEONARDO BQ disse...

"SOU DESIGNER DE INTERIORES, E UMA DAS PRIMEIRAS IDEIAS QUE TIVE EM REALIZAR MEU PRIMEIRO TRABALHO COMO PROFISSIONAL FOI E AINDA É DE FAZER UM PROJETO QUE SEJA DE TOTAL CLIMATIZAÇÃO DA AVENIDA COM UMA COBERTA ACIMA DOS PRÉDIOS, ISSO IA VALORIZAR AINDA MAIS SUAS FACHADAS EXISTENTES NA VIA, A IDEIA AINDA SERIA PARA ESTUDOS MAIS EM PRIMEIRA MÃO A COBERTA PODERIA SER TOTALMENTE NÃO CHAPADA MAIS QUE TRANSMITISSE APENAS CLARIDADE E PROTEGESSE DO CALOR FORTE, MATERIAL QUASE PARECIDO COM DE TOLDOS AZUIS HOJE MUITO USADO EM LOCAIS PARTICULARES, QUEM ACHA QUE SERIA UMA BOA IDEIA?