sábado, 24 de julho de 2010

Revisitando a Praia de Iracema

Antigo Prédio do DNOCS

Neste local ocupado atualmente pelo antigo prédio do DNOCS, será construído o Acquário Ceará, projeto do governo do Estado.
O projeto prevê a construção de áreas de estacionamento (um dos grandes problemas da Praia de Iracema é a escassez de vagas para estacionar), praças agregadas ao equipamento que formará um conjunto de lazer e cultura com o Centro Dragão do Mar, a antiga alfândega e a Praia de Iracema.
Igreja de São Pedro

Em 1934 uma comissão de fiéis, tendo à frente Mariinha Holanda, resolveu construir uma igreja. O terreno foi doado pela Prefeitura, no ano seguinte. O lançamento da pedra fundamental ocorreu no dia 24 de dezembro de 1935, tendo sido a futura igreja dedicada a São Pedro, santo padroeiro dos pescadores. O templo foi inaugurado em 22 de janeiro de 1939.
Vila Morena (Estoril)

Vista da Ponte dos Ingleses

Entrada principal pela Rua dos Tabajaras
Construído por volta de 1920 representou a realização do sonho do coronel pernambucano José Magalhães Porto.
Anos depois, durante a Segunda Guerra foi transformada em cassino pelos oficiais americanos que vieram para Fortaleza.
Na época, o local tornou-se o reduto das famosas Cocas-Cola, moças da sociedade local, de tradicionais famílias cearenses, que desafiaram as críticas e condenações da época, e assumiram relacionamentos amorosos com os soldados americanos.
Torres da Catedral de Fortaleza

Edificios residenciais

Casa de Show Pirata

recuperação do calçadão
Ponte Metálica

Teve suas obras iniciadas em 1902, e foi concluída em 1906. Serviria de ponto de desembarque de passageiros e cargas. A armação era de ferro, mas o lastro foi construído com madeira. Posteriormente o piso foi substituído por uma estrutura metálica, daí a denominação popular de ponte metálica.
 A ponte metálica serviria de porto durante duas décadas.
A ponte foi desativada na década de 1940, com a inauguração do Porto do Mucuripe.
Ponte dos Ingleses


Equivocadamente chamada de Ponte Metálica, a Ponte dos Ingleses teve sua construção iniciada em 1920, no Governo do Presidente Epitácio Pessoa.
Sua estrutura foi desenhada por engenheiros da empresa inglesa Nastor Griffts que mantinha interesses comerciais no Ceará, daí veio a nome de “Ponte dos Ingleses”.
Em 1994, a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou projeto determinando sua recuperação. A nova Ponte dos Ingleses foi uma ação tomada pela Secretaria da Cultura do Estado. O projeto recuperou a estrutura para uso público e urbanizou para uso de lazer. Ao todo são 120 m de comprimento, muretas de proteção e piso de madeira
Estaleiro do INACE (Industria Naval do Ceará)

Equipamento horroroso que enfeia e degrada a Praia de Iracema.
Acharam que um só era pouco e tentaram implantar outro estaleiro na orla, desta feita no Titanzinho. Pelo menos uma vez o bom senso prevaleceu e os donos do empreendimento foram poluir noutro local.
Praia do Titanzinho vista da ponte dos Ingleses
embarcações: o global e o local porque navegar é preciso...

Fotos: Rodrigo Alboim

5 comentários:

Lúcia Paiva disse...

Para quem conheceu esse "complexo", da Praia de Iracema, é gritante a amudança.
O coqueiral,com casinhas, deu lugar a esta invasão de "arranha-céu".
Mesmo sem ser o original, ao menos reconstruiram a bela Vila Morena!
Ainda vemos a ponte metálica e a igrejinha de São Pedro,menos mal!
Por "sorte", do fortalezens, o outro estaleiro foi pra outras plagas...
E o Aquário, hein,valerá a pena???

É, Fátima, "navegar é preciso"!!!!

Lucilene disse...

amiga Fatima!adorei seu blog, as fotos são lindas...adorei rever td isso!um grande abraço!bjos
lucilene

Anônimo disse...

navegar é preciso, mas voce critica a manutenção do estaleiro e comemora a ida do outro para outras praias. De verdade nos queremos o navio, mas não queremos o estaleiro, feio e poluente. Queremos o bônus, mas queremos o ônus. de todo modo, acho que v tem alguma razão, quando diz que o equipamento enfeia a paisagem.

Fátima Garcia disse...

O Acquário Ceará tem estimativa de custo entre 150 e 200 milhões de reais, e o projeto é nababesco, não tem equipamento igual no Brasil. Quanto ao estaleiro, não sou contra a instalação, sou contra a instalação em praias urbanas, com a Praia de Iracema e o Titanzinho, o litoral cearense é grande e conta com grandes trechos não urbanizados. Acho que a prefeita e a comunidade do titanzinho fizeram muito bem em recusar o presente de grego.

samuel disse...

muito interessante como vce abordou a forma de mostrar toda essa ária de fortaleza,iracema vista assim é bem melhor reconhecer como vai ser posteriomente quando construirem o aquário,dando mais visibilidade e tirando o tão e ridiculo nome de prostibulo de fortaleza que fica na ária onde vão construir o aquário,.tenho certesa que só tem a traser beneficios aquela ária ea fortaleza .bom para o turismo melhor pra quem trabalha com turismo e emprego para todos do meio turistico.abraços pra blogueira