domingo, 29 de outubro de 2017

Bairro São Gerardo

Localizado na área da Secretaria Regional I (SER I) O bairro São Gerardo foi criado em 1930, e herdou o nome da Igreja de São Gerardo, onde no lugar da igreja atual havia uma capela originalmente construída em 1925, quando o lugar era conhecido por Alagadiço Grande.



Certa vez um padre italiano acusou os artesãos cearenses de inventarem nomes de santos que não existiam, e no caso de São Gerardo, parece que a alegação procede. O nome do Santo é Geraldo Majela, nascido em Muro Lucano, Itália, no dia 6 de abril de 1725. De constituição física muito frágil, cresceu sempre adoentado, aprendendo com o pai seu ofício de alfaiate. A vocação religiosa sempre latente, foi relegada a 2° plano porque não era aceito pelas ordens religiosas, só conseguindo seu intento em 1749, quando ingressou na Ordem dos Padres Redentoristas, sendo enviado para o convento de Deliceto, em Foggia. De saúde delicada, Geraldo Majela faleceu no dia 16 de outubro de 1755, aos 30 anos de idade. Foi beatificado em 1893 e canonizado em 1904 pelo Papa Pio X. 

paróquia de São Gerardo (imagem http://fecappes.blogspot.com.br)

A exemplo de muitos outros bairros e até cidades no Ceará, o São Gerardo se formou no entorno da igreja. A primeira capela dedicada a São Gerardo nasceu da iniciativa de um grupo de catequistas que conseguiram a doação de um terreno localizado na Avenida Bezerra de Menezes, por parte do casal Gaudioso e Donatila de Carvalho, no ano de 1924. Obtido o terreno, passaram a trabalhar para arrecadar recursos para a construção da capela, cuja pedra fundamental foi lançada no dia 25 de agosto do mesmo ano. Em 18 de outubro de 1925 o templo foi inaugurado e recebeu a primeira benção. No dia 19 de julho de 1934, a pequena capela, reformada e ampliada, foi elevada ao status de Paróquia de São Gerardo Majela pelo Arcebispo Dom Manoel da Silva Gomes.


Mas a capela de São Gerardo, não foi a primeira daquela região. Bem antes, em 1865, foi erigida a capela de São Francisco de Paula, na Avenida Bezerra de Menezes, número atual 2590, construída em pagamento de uma promessa feita por Antônio Francisco de Góis e sua mulher Angelina de Castro Góis, por não terem nenhum membro da família entre as vítimas da epidemia de cólera que atingiu o Ceará no século XIX. Localizada na então Vila Góis, a capela foi a primeira edificação da avenida Bezerra de Menezes.
Em 1928 o templo ganhou reforma e ampliação patrocinadas por Braz de Francesco Ângelo, que foi cônsul da Itália e nomeia uma rua próxima a igreja, no cruzamento com a Bezerra de Menezes. 
  
Avenida Bezerra de Menezes - anos 30

Por esse tempo a Bezerra de Menezes era uma via muita larga, com pavimentação tosca e irregular, repleta de pés de fícus benjamins, árvores de grande porte, de copa densa, centenárias, que ali cresceram e naturalmente se postaram ao longo da via formando canteiros e alamedas no centro, que dividiam a avenida, fazendo a separação em toda a sua extensão.

As árvores que sombreavam a avenida serviam de abrigo e proteção contra o sol forte para os passageiros do bonde do Alagadiço, que fazia o maior percurso de linha e tinha parada em frente a capela. A avenida foi modernizada na gestão do prefeito Murilo Borges (1963-1967) e perdeu seu antigo charme da avenida extensa, sombria, com árvores envelhecidas e frondosas.As residências eram em sua maioria constituídas de sítios, chácaras e mansões, dotadas de porões e enormes quintais com mangueiras e onde se cultivavam frutas e hortaliças.

Villa Meton localizada nas imediações onde hoje se encontra a Secretaria de Agricultura na Avenida Bezerra de Menezes. Na vizinhança, João Tibúrcio Albano escolheu para nome de seu sítio "Ville Nous Autres", chácara que foi objeto de curiosidade e apreço pela distinção da família que a habitava. (imagem do livro Ideal Clube - história de uma sociedade)

Hoje o bairro é considerado de renda média alta, com alta valorização de imóveis e com forte perfil comercial, tendência que ficou acentuada desde 1991 com a inauguração do North Shopping, o maior daquela região. A instalação do shopping atraiu um sem número de novos comércios e prestadores de serviços dos mais variados. Outro estabelecimento tradicional no São Gerardo é o Colégio Santa Isabel, prestigiada instituição de ensino, presente no bairro desde 1938.


Em dezembro de 2015 foi concluído um custoso processo de intervenção, visando a melhoria da qualidade ambiental com a recuperação da Lagoa do Alagadiço. Durante muito tempo o ecossistema formado pela lagoa ficou esquecido pela população, encoberto pelo lixo e pelo matagal. Com a recuperação, voltou à vista a beleza paisagística do lugar transformado em uma grande área de lazer. Com a conclusão dos serviços de desassoreamento e dragagem, o volume de armazenamento da lagoa passou a ser de aproximadamente 150.000m³. A lagoa do Alagadiço é formada pelas águas do Açude João Lopes e de afluentes do Rio Maranguapinho, como o riacho Alagadiço.
          

Outro importante equipamento do bairro, é o Polo de lazer da Avenida Sargento Hermínio, originalmente instituído como um bosque, na gestão do prefeito Evandro Aires de Moura, em 1975. O bosque é a única área de preservação situada na Regional I, além de ser a maior área verde na bacia hidrográfica do riacho Alagadiço. É localizado oficialmente no bairro do São Gerardo, dentro de uma área correspondente a 39.259,53 m² (4 hectares), caracterizando-se como Zona de Preservação Paisagística.  As obras duraram 5 anos e o local só foi inaugurado em 1981. Em 2008 foram iniciadas obras de requalificação do polo de lazer que se encontrava praticamente abandonado. O projeto foi concluído em 2016. 

Limites
Norte – Avenida Sargento Hermínio, Avenida Canal e Rua Cassimiro Montenegro; Sul – Avenida Bezerra de Menezes e Rua Azevedo Bolão;
Leste – Rua Téofilo Gurgel e Padre Graça; 
Oeste – Avenida Humberto Monte e Rua Joaquim Marques.
População: 14.200 habitantes em 4.414 domicílios (IBGE-2010)

fotos: Arquivo Nirez, Fortaleza em Fotos, O Povo. 



3 comentários:

Gláucia Correia disse...

Trabalho desde 2002 no bairro de São Gerardo, o qual considero como minha segunda morada.Fiquei especialmente encantada com a história da capelinha de São Francisco de Sales, próxima ao North Shopping.Obrigada!

Fátima Garcia disse...

obrigada pela visita, Gláucia!

Anônimo disse...

OS LIMITES TERRITORIAIS ESTÃO EQUIVOCADOS. A RUA AZEVEDO BOLÃO, NASCE NA AVENIDA JOSE JATAHY, NO BAIRRO PARQUE ARAXÁ, DIVIDINDO O BAIRRO COM A PARQUELÂNDIA DA RUA PROFESSOR CASTELO BRANCO ATE A RUA PROFESSOR ANACLETO. A PARTIR DAI, INTEGRALMENTE NA PARQUELÂNDIA ATE FINDAR NA AVENIDA HUMBERTO MONTE, AVENIDA ESTA QUE FINDA NA AVENIDA BEZERRA DE MENEZES, DANDO INICIO A AVENIDA GOVERNADOR PARSIFAL BARROSO.