quarta-feira, 19 de maio de 2010

A Primeira Igreja Protestante de Fortaleza

Fachada da primeira Igreja Presbiteriana na Rua Sena Madureira, com Pedro Borges no centro (foto reprodução)o prédio da igreja (em foto mais recente) foi vendido ao grupo C.Rolim e demolida em 1976. No local hoje tem um edificio do grupo (foto reprodução)
Os primeiros protestantes que chegaram a Fortaleza em 1881, eram da Igreja Presbiteriana. Saiam de porta em porta, com um burrico carregado de folhetos e livros sagrados a oferecer a salvação eterna.
O casal De Lacy e Mary Wardlaw desembarcou em setembro de 1882, com a missão de propagar as escrituras. No mesmo dia da chegada, em um hotel da Praça dos Mártires (Passeio Público), o pastor apresentava o culto aos anfitriões: o capitão do porto e senhora, o chefe dos correios um jornalista recém convertido e alguns passantes.
Em que pese o culto em língua estrangeira, o americano batizou 13 novos adeptos em julho de 1883. Com isso foi fundada a primeira congregação protestante de fortaleza, que em 1890, deu origem a Igreja Presbiteriana de Fortaleza, a mais antiga da cidade e por muitos anos, a única.
O protestantismo bateu de frente com a tradicional e conservadora Igreja Católica. A reação veio na forma de advertência aos fiéis, e de destruição de templos e casas de protestantes.
Mas as dificuldades maiores os pastores presbiterianos encontraram no interior do Estado.
Em Baturité, De Lacy se hospedou numa pensão, e na hora das refeições, quando sentava à mesa, alguém sempre jogava areia no prato.
Em Barbalha tinha uma placa na entrada da cidade: “alto lá senhores protestantes. Barbalha de Santo Antonio já está evangelizada”.
Apesar das resistências, os protestantes conseguiram plantar muitas sementes no interior.

Fonte: Revista Fortaleza, fascículo 2

3 comentários:

Anônimo disse...

puta que pariu!!!!!!!!! nunca imaginei que ser evangelico naquele tempo fosse tão difícil!!!

Fatima Garcia disse...

pois é a discriminação e a religião surgiram juntas.

Anônimo disse...

Esse hotel onde eles fizeram o culto ao chegarem é onde atualmente se encontra o Museu da Indústria da FIEC?