quarta-feira, 22 de julho de 2009

Meio Ambiente - A Teoria de Gaia

Planeta Terra visto da lua (NASA)
imagem: http://www.guiageo-mapas.com/globos.htm
Teoria de Gaia é uma tese apresentada em 1969 pelo investigador britânico James E. Lovelock em parceria com a filósofa Dian Hitchcock, que sustenta que o planeta Terra é um ser vivo.
A teoria foi proposta pelos cientistas a partir de estudos realizados para a NASA com o objetivo de detectar a existência de vida em outros planetas, especialmente Marte e Vênus.
Lovelock elaborou experimentos para a detecção de vida que fossem suficientemente gerais, ou seja, independentes do tipo de vida particular que surgiu na Terra. Desse modo, poderiam ser aplicados para a busca de qualquer forma de vida, mesmo que fosse significativamente diferente daquela encontrada na Terra.
A teoria de Gaia supõe uma Terra viva, sistema auto-regulador e auto-organizador, constituído de componentes físicos, químicos e biológico, impelido pela luz do Sol, no qual o clima e a composição química se mantêm em equilíbrio homeostático por longos períodos, até que uma contradição interna ou força exterior provoque um abalo que leve a uma nova situação estável.
Gaia começa onde as rochas da crosta terrestre encontram o magma no interior da Terra e vai até os limites da atmosfera; está sempre em mutação.
Em Gaia permanece ativo o mundo caótico que antecedeu a vida; a informalidade da associação de seus ecossistemas, e das espécies que a constituem, promove a sua longevidade e a sua força.
A vida e o meio ambiente interagem num processo evolutivo indivisível e único, não se separam (ou seja, não é apenas o organismo que se adapta ao meio ambiente).
Gaia está viva, é o maior organismo vivo do sistema solar, participa do Universo, e cada ser humano é parte dela; mas devido as intervenções que vem sofrendo, está sensível às perturbações humanas e busca um novo ponto de equilíbrio.
A princípio a teoria foi rejeitada pela comunidade científica, sob alegação de que a idéia não estava baseada em experiências que a comprovassem. Mas o lançamento de satélites a partir dos anos 70 trouxe dados sobre o planeta que ajudaram a reforçar a tese central da Teoria de Gaia: o planeta tem capacidade de controlar sua temperatura, atmosfera, salinidade e outras características que mantêm as condições ideais para a existência da vida.
O nome da teoria é uma homenagem a deusa Gaia, divindade que representava a Terra na mitologia grega.


Um comentário:

gizosafe disse...

I’ve been into blogging for quite some time and this is definitely a great post.Cheers!

online pharmacy